sábado, 3 de março de 2007

Grécia

Localização – A Grécia localiza-se na porção sul da península Balcânica, ao sul da Europa, possuindo como limites : Mar mediterrâneo ao sul, Mar Ergeu a leste, Mar Jônico à oeste e Macedônia (península Balcânica) à norte.

Cacterísticas Físicas – A Região possui solo pobre , montanhas com aspecto árido com rara planícies favoráveis a agricultura , o relevo pode explicar o isolamento dos povos gregos e o desenvolvimento de rotas marítimas.

Periodização da Grécia Período pré- Homérico ( 3000 e 1400 a .c .)

Período Homérico (1800 -800 a .c .)

Período Arcaico ( 800 – 5 00 a . c.)

Período Clássico ( 500 - 336 a . c.)

Período Helenistico ( 336 – 146 a .c.)

Período Pré Homérico – Origem e povoamento

- 2000 a .c chegam as tribos indo européias (Aqueus, Jônios, Eólios e Dórios) = gregos

- Entre 2500 a .c surge a civilização Cretense ou minoica (Base cultural dos gregos)

- Em 1400 a .c ao Aqueus( Micênicos) tomam Creta. surgirá a civilização creto-micênica

A Origem da palavra “Grécia

· Afirmavam os gregos que Júpiter(Zeus) , pai dos deuses, zangado com a maldade dos homens, resolverá inundar a terra. Escaparam apenas, em uma barca, Deucalião(o mais justo dos homens) e Pirra ( a mais virtuosa).

· Depois do diluvio , o casal consulto o oráculo, que lhes aconselhou a “atirar para trás os ossos de sua mãe,” A mãe era a terra e os ossos, as pedras, as pedras lançadas para trás por Deucalião transformaram-se em homens; e as que foram lançadas para trás por Pirra transformaram-se em mulheres.

.· De Heleno, um dos filhos de Deucalião, descendem os gregos, por isso se dá a Grécia o nome de Hélade(em grego Hellas) e aos gregos o nome de helenos. A palavra grego deriva-se do latim graeci , nome de certa tribo helênica que habitava na Eubéia. Os romanos por engano , vieram a chamar de gregos todas as outras tribos.

Adaptado de :Estevão . História Antiga. 3°¨edição. São Paulo, Ed do Brasil , 1964. P238.

Contribuições creto micenicas - acrópoles, mitologia ( Teseu fundador de Atenas )

Período Homérico ( Sec. XII a IX a .c )

- Poemas de Homero Ilíada e Odisséia

- Sociedade baseada no Génos ou Gentílica (pater Familiar, escravos, thétas e demiurgos)

- A produção não acompanha o crescimento demográfico ( 1 fator da crise)

- A divisão do Génos em famílias menores (2 fator da crise )

- A divisão da propriedade irá gerar novas classes sociais (marginais)

- Surgem os Eupatridas ou filhos do pai (fazem parte da aristocracia)

- Cinesismo (genos -> fatrias -> tribos-> polís ou cidades estados)

- Séc. VIII – VII ( fim ) é caracterizado por uma expansão

Obs. A Grécia antiga não era um “país” centralizado e unificado como o de hoje. Era formada por um grande numero de pequenos Estados independentes entre si (pólis).

Período Arcaico (desenvolvimento das cidades estados Séc.IX – VI a . c)

Esparta

origem - consideravam-se dórios

localização – Região da planície do Peloponeso

política

- Diarquia (função religiosa/f.militar)

- Gerúsia de anciões (política externa)

- Éforos (fiscais dos reis escolhidos pela Ápela)

- Ápela (fiscais da Gerúsia escolhidos pela Assemb. popular)

Sociedade


Atenas

Origem – consideravam-se jônios

Localização - Região Ática

Política

- Basileu (rei)

- Areópago (função jurídica)

- Eclésia (assemb. Pop.)

- Arcontado (poder civil que

substitui o poder do Basileu )

Sociedade


Importante – No Séc. VII a .c há um regresso cultural em Esparta que irá estimular o : Laconismo – consisti em falar tudo com poucas palavras, limita o raciocínio e senso critico

Xenofobia e Xenelasia – Aversão e expulsão de estrangeiros

Monte Taigeto – local onde eram jogados os recém nascidos que fossem defeituosos

Kriptia – prova de habilidade cujo o objetivo e matar cada vez mais escravos


Obs1.é importante notar que a cultura espartana possui um grande caráter militar podendo ser considerada um acampamento- estado

Obs2. – antes das chegada das quatro tribos ,na região grega já havia os pelágios(habitantes primitivos)

Evolução Política em Atenas

Monarquia Foi o primeiro regime de governo, dirigido pelo basileu, cujo o poder era limitado pelo conselho dos nobres(areópago). O cargo de rei foi sendo gradualmente substituído pelo arcontado (nove aristocratas), o que representou uma fase oligarquica.

Arcontes : Epônimo – funções militares

Polemarco- funções militares

Rei- funções religiosas

Tesmotetas – seis aristocratas encarregados da justiça

Os arcontes escolhidos tinham um período de dez anos. o governo oligarquico (poder na mãos de poucos) vai gerar revolta das camadas populares, assim a aristocracia tentará reformas que amenizem a crise política.

Legisladores


Drácom (621 a . c)

· Transferiu o poder para o estado

· tornou escrito as Leis tradicionais

· implantou a pena de morte

Sólon (592 a .c )

· Proibiu a escravidão por dívidas

· Estimulou o comercio (metecos)

· Restringiu os direitos dos

primogênitos


Obs. acabou com o monopólio político aristocrático que antes era exercido pelo critério de nascimento e estabeleceu a participação política com base na riqueza do indivíduo.

Tiranias – As insatisfações propiciaram a aparecimento dos tiranos, que se apoderavam do poder pela força, mas isso não significa que fossem despóticos ou opressores .

Psistrato (560 a .c)

dividiu terras da aristocracia para o povo

estimulou o desenvolvimento (comercial, urbano e marítimo)

instituiu credito ao pequeno produtor

morreu em 527 a . c deixando seu filho Híparco

Híparco ( tenta continuar as reformas , mas é assassinado por um aristocrata)

Hípias 514 a .c ( irmão de Híparco)

- com um governo despótico e violento persegue os aristocratas

- tenta continuar as reformas mas sofre grande pressão da aristocracia

- Eupátridas se unem aos espartanos e invadem e tomam Atenas 510 a. c

Democracia Clístenes (508 –507 )

- Expulsa os Espartanos

- Governo baseado na isonomia (igualdade de todos perante as leis)

- Dividiu o território em dez tribos (demos) heterogêneas

- Criou o ostracismo (expulsava dez anos os cidadões nocivos a democracia)

- A democracia era direta, não eram permitida à mulheres, metecos e escravos

- Apenas cidadãos Atenienses tinham direito a democracia

Período Clássico (hegemonia e imperialismo grego Séc. V - IV a . c)

Guerras Médicas ou Greco- Pérsicas (Gregos V.S. Persas)

Razão – política expansionista (domínio comercial do Mar Egeu)

Atenas organiza a Confederação de Delos

Xerxes (filho de Dario) derrota o rei Espartano Leônidas

Derrota Persa na batalha de maratona e finalmente na de Salamina

Guerra do Peloponeso (interna)

Razão – Atrito expansionista entre Atenas e Esparta

Estopim – Apoio Ateniense a Córcira contra Corinto que contava com o apoio Espartano

Confederação do Peloponeso (Esparta) X confederação de Delos Atenas

Esparta sai vitoriosa expandido sua hegemonia sobre a Grécia

Três fases da Guerra

Fase Péricles da guerra

Atenas devasta a costa do Peloponeso

Ocorre a Peste negra em Atenas

Paz de trinta anos

Fase Alcibíades

Interesse na Sicília (trigo)

Se alia aos espartanos

Atenas perde a batalha

Fase lisandro

Esse general espartano derrota e toma Atenas na batalha de Egos - Potamus

Em 317 a . c Tebas aliada a Atenas vence Espartana batalha de leuctras

Tebas tambem possui uma liga militar ( confederação da Beócia)

Em 362 Espartanos e Ateniense reconciliados derrotam Tebas( Ba. Mantinéia)

Obs. A Pólis grega enfraqueceu-se profundamente com estas sucessivas guerras, assim

Estavam criadas as condições para a intervenção de Filipe II da Macedônia. de fato pode-se conclui que a guerras internas fragilizaram as estruturas Atenienses e Espartanas

Política no Período Clássico ( Péricles )

· O escravismo atingiu o auge

· Intenso desenvolvimento cultural ( filosofia, teatro e literatura)

· Embelezamento da cidade (esculturas ,Pártenon)

· Atenas se tronou a cidade mais rica do mediterrâneo

Período Helenistico (Domínio Macedônico 338 – 30 a .c )

- Em 338 a .c Atenas é derrotada pela Macedônia

- Após dominar a Grécia Filipe II organiza a Confederação de Corinto

- Seu Exercito possuia uma cavalaria habilidosa

- Filipe II serviu no exercito Tebano, observando toda a fraqueza das pólis

- Quando morre Filipe II é sucedido por seu filho Alexandre Magno (o grande)

- Alexandre possui educação grega ( Aristóteles)

- Alexandre conquista a Ásia menor, Síria , Egito, Mesopotâmia, Irã e Índia

- Criou a cultura Helenistica (elementos gregos +elementos orientais)

- Com a morte de Alexandre(33 anos ) em 323 a . c o império e dividido entre os generais

- Reinos: Macedônia , Egito e Ásia

- Entre 197 – 30 a . c os reinos helenisticos serão conquistados pelos romanos

Cultura Grega

Religião – Politeísta , antropomórfica e domestica

Teatro -Sófocles( Édipo Rei ),Esquilo( Os Persas ), Eurípedes(as Troianas) e Aristófanes (A paz - comédia )

Filosofia

- Tales de mileto – racionalismo , elementos da natureza

- Leucipo e Demócrito – teoria atômica

- Sócrates - pai da filosofia “Só sei que nada sei ”

- Platão – fundou a Escola de Atenas ,obras : Fédom, O banquete A republica

- Aristóteles – Criou a lógica e o cepticismo

História

- Herodoto – pai da história, narrou as guerras Greco –pérsicas

- Tucídides - Guerra do Peloponeso( considerava que a política determinava os fatos)

- Xenofonte - Anabase ( a campanha de Ciro)

Arquitetura

- Harmonia, simplicidade equilíbrio são algumas das características da arquitetura Grega

- As linhas retas predominam nas obras ( estilos: Dórico Jônico e Coríntio)

Um comentário:

Debora disse...

uauhahua!! estreia dos comentarios!!!hauauau!! artista, poeta, amigo... sou admiradora do seu grande talento: a arte de criar!! muito fã!!! bjssssssss